AnetteApecBarbosa

 

om tat sat tam pam



Textos

Joana da conceição
 
Joana da  conceição - l5 anos de juentude faceira
sua pele é  feiticeira, com  o perfume da flor
vida pacata,miséria demais
 há muito sonho e muita dor
 
uma noite, uma festa, um beijo
um corpo ardente de desejo se joga no seu
e a pequena, de pele morena, enlouqueceu
 
o sonho vai
a realidade vem
seu corpo muda
e a sua vida também
 
Joana da conceição
acorda de forma brusca para a vida
foge da família e da cidade
que não a quer mais
naquela busca incerta, é dura a realidade
não pode sonhar
não há tempo
não há lugar
 
Joana da conceição
procura forças pra ir enfrente
agora, tem uma boca  inocente
pra sustentar
 
E a morena faceira
feito perdigueira
procura.... procura
e não acha seu lugar
 
as portas que bate lhe fecham
 ela já não sabe mais o que fazer
 
mas o seu corpo é jovem e chama atenção
e na solidão da prostituição ela foi parar
Joana da conceição.
anetteapec
Enviado por anetteapec em 21/11/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras